Por que a Avenida Jabaquara não fica no Jabaquara?

Uma das perguntas mais frequentes sobre a história do Jabaquara tem a ver com o crescimento da cidade e o conceito de bairro, que já foi abordado aqui. A Avenida Jabaquara não tem, atualmente, nem um trecho no distrito do Jabaquara. Nem o Fórum do Jabaquara fica no Jabaquara. Por que será?
A avenida como a conhecemos atualmente não existia na virada do século XIX para o século XX. Ali, ficava o “Caminho do Carro que Vae para Santo Amaro”. O Jabaquara, naquela época, provavelmente, era tão somente “aquela região ao sul da Villa Marianna”.
A cidade que crescia intensamente tinha apenas cerca de 30 mil habitantes. E ali, aquele trecho onde fica a estação Santa Cruz do metrô, já começava a ser conhecido como “Saúde”.
Isso porque, a área até então pouco habitada era ponto de passagem de romeiros – alguns em direção a Santo Amaro, outros em direção à Villa Conceição, em Diadema.
Na parada que ficou conhecida por “Cruz das Almas”, porque os tropeiros faziam ali ponto de parada acendendo velas e fazendo orações à Nossa Senhora da Saúde, no início do século foi construída uma capela, na atual confluência da Rua Santa Cruz com Domingos de Moraes.
Em 1917, foi oficializada a Igreja da Saúde, embora a construção do templo que hoje conhecemos só tenha acontecido uma década depois.
E foi assim que a antiga estrada do carro aos poucos foi sendo chamada de “Avenida da Saúde”, continuação da Rua Domingos de Moraes, nessa época também já com nome oficializado.
Mas o nome Jabaquara já passava a ser referência para a via. Tanto que, antes mesmo de a Igreja de Nossa Senhora da Saúde ser oficializada, em 1917, uma ata da Câmara registra o pedido para que uma via na Vila Mariana – a então Rua Jabaquara – passasse a se chamar Rodrigues Alves, nome que permanece até hoje.
Na justificativa dada pelo vereador da época, Mario Amaral, o projeto dele, em discussão desde 1913, autorizava a abertura da avenida denominada Rodrigues Aves porque “existe, além de Villa Mariana, a avenida Jabaquara, que passa pela frente do parque que tem este mesmo nome, e existe a rua Jabquara, que é um pequeno trecho de rua que vai da praça Theodoro de Carvalho à linha da Light, onde deve começar a nova avenida Rodrigues Alves. “Isso deu lugar a que houvesse um engano por parte da Commissãode Justiça, que acreditou que se pretendesse mude o nome da Avenida Jabaquara. Por este motivo, venho declarar que voto pelo projeto, conforme está redigido, tanto mais que do facto de haver uma rua e uma avenida com o nome “Jabaquara” só pode resultar confusão.
Dessa forma, a “Avenida da Saúde” ficou sendo aquela que levava até o Bosque da Saúde, na atual rua de mesmo nome, na Praça da Árvore. Dali em diante, era a Avenida Jabaquara, que se estendia até o Parque Jabaquara.
Depois, havia apenas estradas rumo a Santos, a Santo Amaro ou à Villa da Conceição, em Diadema. E foi por isso que até a década de 1970  a Avenida Engenheiro Armando de Arruda Pereira se chamou Avenida Conceição.
Mas, esta já é outra história!

1 thought on “Por que a Avenida Jabaquara não fica no Jabaquara?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *