Quem foi Benedito Junqueira Duarte?

Um dos principais fotógrafos da história paulistana, morou no Jabaquara e registrou imagens raras da região

Benedito Junqueira Duarte ajudou a resgatar a história do Jabaquara, na década de 1980, quando a Biblioteca Paulo Duarte e o Jornal SP Zona Sul elaboraram, conjuntamente, uma exposição.

Além de pesquisar fotos e documentos, os organizadores também coletaram depoimentos de antigos moradores e lideranças comunitárias, entre elas, Benedito J. Duarte.

Ele morou no bairro e foi quem registrou as imagens mais antigas de que se tem notícia da Casa do Sítio da Ressaca, datadas de 1937 e 1938.

Benedito é reconhecido como um dos principais fotógrafos do país. Formado na França,em Paris, em 1929 se tornou repórter fotográfico em São Paulo.

Em 1935, foi convidado por ninguém menos que Mário de Andrade, então secretário Municipal de Cultura, para chefiar a Seção de Iconografia do recém-criado Departamento de Cultura da Prefeitura de São Paulo.

Documentou as atividades do departamento e organizou o arquivo fotográfico relativo às obras da cidade, produzindo mais de 4. 000 fotografias entre 1935 e 1951.

Fez também uma série de filmes sobre a cidade de São Paulo entre os anos de 1938 e 1945. Foi um dos fundadores do segundo cineclube de São Paulo, que mais tarde evoluiria para a Cinemateca Brasileira, instituição com maior acervo audiovisual/cinematográfico da América Latina e que inicialmente teve sede no Jabaquara. Benedito se aposentou em 1965 e faleceu em 1995.

Em 2007, suas fotos de São Paulo foram reunidas em um livro de arte: B.J.Duarte – Caçador de Imagens, hoje dificilmente encontrado em livrarias, mas disponível nas bibliotecas públicas paulistanas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *